Os primeiros livros esquecidos

O Esqueça um livro cresceu, mas sempre me pego pensando no comecinho de tudo. Naquele dia de abril em que resolvi esquecer e sem que pudesse prever o universo me devolveu experiências inesquecíveis. Os primeiros livros esquecidos foram:

545907_492043750857907_924433305_n

O primeiro livro esquecido, Sobre a brevidade da vida, de Seneca, é um dos textos mais conhecidos de toda a antiguidade latina. Escritas há quase dois mil anos, estas cartas compõem uma leitura inspiradora para todos os homens, a quem ajudam a avaliar o que é uma vida plenamente vivida. O livro foi deixado numa janela cercada de plantas próximo à estação Marechal Deodoro em abril de 2013.

536636_492044364191179_1642581319_n

Os cowboys, as strippers, os trabalhadores e os ilusionistas de “Peregrinos” estão todos em movimento para chegarem a algum lado, ou para se tornarem alguém. Muitas vezes interpretam mal as coisas, encontram-no nos lugares errados, seguem caminhos que não deviam, mas os heróis e heroínas de Elizabeth Gilbert são calejados pelas suas experiências, lutam pelas suas epifanias. Mas nunca perdem a esperança de vista e embora por vezes atuem cegamente, fazem-no sempre com coragem. Uma coleção de histórias escritas com agudeza e ternura, com a graça e o calor da inimitável autora de Comer, Orar, Amar. Eesquecido num ônibus com destino a Lapa-SP em abril de 2013.

150754_493230947405854_485282229_n

No centro da trama de “Após o anoitecer” estão duas irmãs. Eri é uma top model que, como uma Bela Adormecida moderna, caiu em sono profundo e parece nunca mais acordar. Mari, a mais jovem, é uma menina reservada e solitária que deixou a casa dos pais para vagar sozinha pela madrugada. Mergulhada na leitura de um livro numa lanchonete da cidade, acaba se envolvendo em uma aventura. Primeiro, encontra um trompetista de jazz que jura conhecê-la. Depois, ajuda a socorrer uma prostituta chinesa brutalmente espancada e, ao lado das funcionárias do motel onde o crime ocorreu, tenta descobrir o culpado. Esquecido num supermercado em abril de 2013.

539630_493697640692518_33926518_n

Este livro não tenta fazer justiça a religiões particulares; elas contam com seus próprios defensores. Em vez disso, ele tenta examinar aspectos da vida religiosa com conceitos que poderiam proveitosamente ser aplicados aos problemas da sociedade secular. Ele procura eliminar os aspectos mais dogmáticos das religiões a fim de extrair algumas facetas que poderiam se mostrar oportunas e reconfortantes a mentes céticas contemporâneas confrontadas com as crises e as amarguras da existência finita num planeta conturbado. Ele espera resgatar parte do que é maravilhoso, tocante e sábio em tudo o que não mais parece verdadeiro.

539767_494506873944928_1965469343_n

Elizabeth Gilbert num ponto de ônibus no centro de SP em abril de 2013. O livro conta a história verídica de um jovem de 17 anos que abandona a casa dos pais para viver na floresta, como os primeiros americanos. Mais de três décadas depois, ele continua a defender o regresso à natureza.

E você? Continua esquecendo?

Anúncios

Sobre Felipe Brandão

Sou jornalista, apaixonado por livros, séries, música, viagens e comportamento. Acredito na magia dos encontros verdadeiros e que escrever purifica a alma, acalma o coração e enche a vida de esperança. Em 2013, criei o @EsquecaUmLivro e desde então tenho tido experiências incríveis. Você também pode me encontrar nas redes sociais como @EuFeBrandao.
Esse post foi publicado em Texto. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Os primeiros livros esquecidos

  1. Érica Leme disse:

    Um linda iniciativa que cresceu justamente por ser bela!! Compartilhar conhecimento de forma gratuita e sem a mínima intenção de lucrar algo com isso!!
    Parabéns e que cresça mais e mais!

  2. Parabéns, Felipe. Continue esquecendo conhecimento e conte comigo para espalhar ação em SC.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s